Chás de emagrecimento matam: “Fuja de soluções mágicas”, recomenda médico

Cápsulas de ervas também podem levar a hepatite fulminante, aumento da pressão arterial e da frequência cardíaca, alertam profissionais de saúde

Madson Gama
27/03/2022 – 09:00

Não existe “milagre” para emagrecimento, pontuam especialistas (Arquivo: 24-09-2018) Foto: Bárbara Lopes / Agência O Globo

Newsletters

RIO — Quando o assunto é perda de peso ou emagrecimento, os especialistas são unânimes: não existe “milagre”. O processo exige mudança de estilo de vida, com adoção de hábitos alimentares mais saudáveis, a prática de atividades físicas e acompanhamento médico. Com frequência, no entanto, surgem substâncias que prometem resultados imediatos, a exemplo dos chás emagrecedores, que, no dia 3 de fevereiro, levaram a enfermeira Edmara Silva de Abreu à morte em São Paulo. Vinte dias depois, a cantora Paulinha Abelha também morreu em Aracaju, no Sergipe, sob suspeita de uso abusivo de remédios e chás emagrecedores.

Professora da Unigranrio Barra, a endocrinologista Izabela Fonseca afirma que não existe chá reconhecido pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) para tratamento da obesidade e perda de peso:

— Desconfie de qualquer composto que associe muitas ervas numa só cápsula ou chá, porque não há estudos sobre o efeito dessa interação no organismo, além de não sabermos que substâncias compõem essas ditas fórmulas de emagrecimento. Se for um chá com estimulante de metabolismo, pode levar ao aumento da pressão arterial e da frequência cardíaca.

Cuidado. Izabela Fonseca acompanha um paciente na perda de peso Foto: Divulgação

Cuidado. Izabela Fonseca acompanha um paciente na perda de peso Foto: Divulgação

Segundo o endocrinologista Ricardo Oliveira, coordenador da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade, é falsa a percepção de que toda substância natural é segura:

— O uso de chás e suplementos no tratamento da obesidade deve ser abandonado. A perda de peso deve ser um processo multidisciplinar, com um endocrinologista, um profissional de educação física e outro da área da nutrição.

Comentários