Unigranrio/Caxias participa de competição sobre lançamento de satélites em miniatura

Assessor de imprensa da Unigranrio: Alberto Corona, Email: imprensa@unigranrio.com.br

Unigranrio/Caxias participa de competição sobre lançamento de satélites em miniatura

Os cientistas estão chegando, estão chegando os cientistas! Nesta segunda-feira, 28/06, a partir das 9h, 20 alunos do curso Sistemas de Informação da Unigranrio (disciplina Internet das Coisas) participam do evento ‘I CanSat Rio’, competição acadêmica sobre CanSats, tecnologia de satélites suborbitais em miniatura, inseridas em latas, alçadas por drone até 50 metros de altitude, e que devem permanecer no ar por um minuto no espaço, além de realizar o sensoriamento do ambiente e transmissão de dados coletados para uma estação no solo. Sete equipes disputarão essa prova, que ocorrerá no Xerém Aeroclube, na Estrada da Igreja Velha, em Xerém, distrito de Duque de Caxias.

Os nanossatélites, compostos de placa Arduíno e diversos sensores, são recuperados com uso de paraquedas e, geralmente, são utilizados para coleta de medidas atmosféricas

Os nanossatélites, compostos de placa Arduíno e diversos sensores, são recuperados com uso de paraquedas e, geralmente, são utilizados para coleta de medidas atmosféricas

Os dados transmitidos por um CanSat verificam temperatura, pressão atmosférica, monóxido de carbono, álcool, dióxido de carbono, amônio e acetona. Thiago Souza,  professor do curso Sistemas de Informação da Unigranrio, explica que nesta primeira edição a competição será restrita a alunos dessa universidade. As próximas edições serão abertas ao público em geral.

A classificação das equipes será feita pela ordem de pontuação, considerando os seguintes critérios:

A classificação das equipes será feita pela ordem de pontuação, considerando os seguintes critérios:

1) Cumprimento da missão primária (altitude, temperatura e pressão atmosférica;

 Pontos=  até 50

2) Cumprimento da missão secundária (de livre escolha de cada equipe);

Pontos= até 30

3) Recuperação do CanSat (abertura do paraquedas e pouso);

Pontos = até 20

As antenas utilizadas por todos os nanossatélites conseguem transmitir dados até 1km de distância

As antenas utilizadas por todos os nanossatélites conseguem transmitir dados até 1km de distância

“O CanSat Rio vai ao encontro de iniciativas do governo federal que, através do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, vem realizando eventos dessa natureza, tais como a Olimpíada Brasileira de Satélites, na qual temos duas equipes inscritas e já classificadas para a segunda fase. Cerca de 400 equipes disputam essa competição”, confirma Thiago Souza.

Comentários